Erico Desterro Live TCE JPOtavio TCE live 1 JP

Na manhã de terça-feira, (08), o Controlador Geral do Estado, Otavio Gomes e os Subcontroladores,  Rogério Siqueira de Sá e Lucia Magalhães, participaram do evento  online denominado Ouvidoria na Comunidade.

O Controlador-Geral, Otavio Gomes ao cumprimentar o Conselheiro do TCE do Amazonas, Erico Desterro, que além de Conselheiro é também  é membro da Escola de Contas do TCE, enfatizou que colocar instrumentos de controle social nas mãos das comunidades  para que possam exercer sua cidadania através dos líderes comunitários é uma excelente forma de estreitar o diálogo com a sociedade, apoiando, instruindo e capacitando através do Programa de Formação de Agentes de Controle Social (Profac ).

A formação da parceria entre a Ouvidoria do Tribunal de Contas e a Controladoria-Geral é para proporcionar aos agentes de controle social o poder de exercer sua cidadania através de reuniões como o Ouvidoria na Comunidade para futuras audiência públicas tratando de pautas importantes quer sejam na educação, segurança pública, saúde, entre outras.

A Escola de Contas do TCE, tem realizado todos os anos o curso de formação para agentes de controle social, atualmente muito concorrido por envolver vários conhecimentos como o esclarecimento das competências dos diversos órgãos da administração pública, o que permite conhecer a melhor forma de apresentar e resolver os problemas que possam surgir na aplicação dos recursos públicos.

Para o Subcontrolador-Geral de Transparência e Ouvidoria Rogério Siqueira de Sá, é uma grande satisfação estreitar o diálogo com o TCE e com os ex-alunos do Programa de Formação de Agentes de Controla Social (Profac), muitos dos quais cheguei a ser professor na Escola de Contas.

“Na Controladoria-Geral que é o Órgão Central do Sistema de Controle Interno e Ouvidoria, a parceria com a Ouvidoria do TCE vai cada vez mais permitir o exercício da cidadania pelos agentes de controle social. Estaremos sempre prontos para receber as demandas  que possam ajudá-los a entender como são aplicados os recursos públicos e os serviços prestados pelo Estado e assim resolver de forma mais rápida e eficiente as dúvidas que possam surgir”. Disse o Subcontroladror-Geral.