O Portal da Transparência do Estado do Amazonas, administrado pela Controladoria-Geral do Estado (CGE), ganhou adaptações. Agora, o cidadão tem acesso à ferramenta de acessibilidade, por meio de sistema de conversão de texto em áudio, e ainda, a disponibilização para consulta de informações sobre as obras públicas e as ações desenvolvidas em todo o Estado.

A acessibilidade é viabilizada pela conversão de texto em voz por meio do serviço denominado ReadSpeaker. Na prática, o visitante da página deverá selecionar as áreas onde houver texto e clicar no link “Ouvir”, momento em que a pessoa com deficiência (PCD) obterá, em áudio, as informações solicitadas.

Outras duas implantações foram às integrações do ‘Mapa de obras públicas’ e do link ‘Programas e ações’ de todo o Amazonas.

As informações do mapa de obras foram disponibilizadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), por meio do Sistema Integrado de Controle e Gestão de Obras Públicas (Sicop). Através do mapa o cidadão consulta informações detalhadas sobre qualquer obra existente no Amazonas, como por exemplo: valor do contrato, convênio e período de vigência, setor beneficiado, entre outros.

Da mesma forma, no link ‘Programas e ações’ o visitante da página consegue monitorar todos os processos sistemáticos das metas físicas, financeiras, além de indicadores de programas de todas as secretarias do Estado. Na página também é possível acessar o Plano Plurianual (PPA), consultar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA). Os dados foram viabilizados pela Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti).

Para a Controladora-Geral do Estado, Seilani Almendros, a inclusão dos links dos sistemas da Seinfra e da Seplancti, além da inserção do serviço de conversão de texto em áudio são avanços na transparência das informações públicas a sociedade. “Os esforços foram concentrados em melhorar o portal e adequá-lo ao menor tempo de pesquisa possível. Com muito esforço conseguimos e a principal beneficiada é a população, não só amazonense, mas de todo o país e do mundo. Através do Google Analytics o portal mostra que as informações sobre o Amazonas são pesquisadas por estrangeiros, em maior índice pelos Estados Unidos e pela França”, comemora.

A melhoria demandou investimento de R$71,9 mil, orçamento disponibilizado pela CGE para desenvolvimento em aplicações. Os trabalhos foram executados no total de 300 horas.